Caderno Musical | Tiê – Amuleto

A música da vez é Amuleto da cantora Tiê.

Quis fazer algo diferente da postagem anterior sobre música. Ao invés de comentar verso a verso, preferi apenas deixar um recado que aprendi com essa música:

O relacionamento precisa de atenção dos dois, de reciprocidade, cumplicidade e um diferencial – o tempero chamado equilíbrio, que na minha opinião, é o que traça o limite entre indiferença e o exagero, entre o fogo da paixão, a solidez do amor e o murchar da falta de rega.

Grifei minhas partes prediletas ❤

Vamos curtir a música!?

Continuar lendo “Caderno Musical | Tiê – Amuleto”

Anúncios

‘Na Poltrona com a Lilian’ recebe Evelyn Santana

Escritora brasiliense é entrevistada por Lilian Vaccaro, editora chefe da Editora Coerência.

Evelyn Santana fala sobre suas obras, seu trabalho na antologia Era Uma Vez, publicada pela casa editorial e que traz a temática de princesas empoderadas e multiculturais.

Assistam, está um primor ❤ Se gostarem, inscrevam-se no canal e curtam os vídeos 🙂

Continuar lendo “‘Na Poltrona com a Lilian’ recebe Evelyn Santana”

[Minha Prosa Poética]CEM ANOS DO CINE POLITHEAMA por Andrade Jorge

Abrindo a cortina do passado,
cenário de encanto e sedução,
em festa dando um banho de cultura,
sorrisos e aplausos na Barão.

Num lindo tema genial,
Renasce em nosso polo cultural
o sonho do artista em fantasia
na doce ilusão do carnaval.

Rebola vedete no teatro de revista,
brilha a ribalta, Hollywood no telão,
o samba relembrando a Grécia antiga,
sublime fonte de inspiração.

Batalha de confete e serpentina,
lança perfume, água de cheiro no ar,
verde que te quero verde,
sou verde rosa e o show vai começar.

Baila …Baiana, gira o rendado
com seu gingado, neste embalo, eu também vou … eu vou,
na magia dos cem anos
Pollytheama hoje é vira …virou.

Letra de um samba de enredo de autoria do poeta Andrade Jorge, no carnaval de 1998, em homenagem ao cine Teatro Pollytheama da cidade de Jundiaí, que naquele ano completava 100 anos de existência. O Pollytheama é uma referência de cultura na cidade de Jundiaí/sp

foto google – frente do cine teatro Polytheama em Jundiaí/SP

Catarse| Do Incrível ao Bizarro, uma enciclopédia de arte vintage, medieval e vitoriana  

Olha que projeto interessante da Editora Wish, vale muito a pena conferir, o trabalho gráfico está lindíssimo 🙂

capa enciclopédia wish.png

Continuar lendo “Catarse| Do Incrível ao Bizarro, uma enciclopédia de arte vintage, medieval e vitoriana  “

INTROSPECÇÃO – Parte 1


“O coração palpitou acelerado. Mas não àquela velocidade de um sentir caloroso e sim, um doloroso palpitar… Triste… Silente… Choroso… Poderia ouvir soluços, caso houvesse uma fração de vida… Sim , era palpitação. Palpitação fria, arroxeada, de uma surdez mórbida.

Os olhos não expressaram vida… Nem tampouco o coração. Latejava, creio eu.

Batidas dolorosas de quem perdia a sensibilidade para amar, de quem cicatrizava queloides reaberto tantas e tantas vezes. 

A mente um turbilhão de pensamentos, um ricochetear de pontadas  sobre tudo dor que lhe fora causada. 

E quanto o coração tentava segurar coeso seus cacos, a mente ansiava por respostas que solucionasse a seguinte questão:

“Onde foi que o elo infinito se quebrou?”

Lua