Publicado em Reflexão

Pausa para recuperação

Pausa não é desistência. Pausa é reflexão sobre o caminho, o meio e o fim!

Olá, leitores!

Quem sempre acompanha o Blog  Caderno da Lua, percebeu que ele ficou um pouco parado, aproximadamente um mês.  Um período em que cuidei da minha saúde e ainda estou cuidando…

Quis guardar um certo sigilo sobre essa área da minha vida por motivos bem simples, foi tudo muito rápido, um pouco assustador e a ansiedade não me deixou querer explicar nada. 

Talvez, fosse um certo receio de explicar às pessoas o porquê fiz esse procedimento e que não é tão simples assim como as pessoas pensam. Mudar sua rotina familiar, social, laboral, alimentar e principalmente, sua rotina psicológica! Não é fácil! Pode parecer uma bobagem, mas não é!

Sim! A rotina da falta de rotina, porque a “rotina é chata”, como dizem alguns. Nos últimos cinco meses aprendi o valor das palavras ROTINA, PERSEVERANÇA e FOCO. Ainda estou em processo de aprendizagem e tem sido maravilhoso enfrentar meus medos e anseios e sobreviver, porque eu acredito na vitória ❤ 

O importante de tudo isso é que estou feliz com minha condição atual. Não é só estética. É saúde física e mental. Cada um tem um caminho a trilhar para alcançar objetivos comuns. Eu escolhi esse, depois de tentar vários.  Consultei pessoas, médicos, ouvi comentários (alguns bons, outros não) e mesmo as opiniões depreciativas disfarçadas de solidariedade, me fizeram crescer e amadurecer. Juntando-se à isso a vida financeira, a situação do país, a saúde dos familiares… 

Sempre confiando no melhor que ainda está por vir… Uma amiga muito querida
(Carolina Mancini)  me ensinou (em seu livro NIHIL) que andar sem ver a perspectiva à frente, nem sempre é ruim e nem sempre traz algo ruim. 


A questão é que “o medo paralisa” e se eu tiver medo, jamais irei adiante. Se eu der um passos à frente amanhã, com certeza estarei um passo adiante do hoje!

Enfim, aos poucos vou retomando a rotina maravilhosa desse blog! Já estava com saudades…

E se você leu até aqui e ainda não entendeu o procedimento cirúrgico que fiz, explico: #FizBariatrica ! Se tiver alguma dúvida e queira saber mais, deixe aqui nos comentários ou mande email pela aba de contatos. 🙂

_____________________________________________________________________________________________

Anúncios
Publicado em Reflexão

[Reflexão] Dia de Finados

Recebi essa mensagem de um amigo querido, o qual ganhei através da ferrovia: Reginaldo Saquete 💕 Canal Saquete é Show
Jasmin Manga - faixa
Palavras interessantíssimas do Papa sobre o Dia de Finados:
O Ser humano é estranho…
Briga com os vivos e leva flores para os mortos.
Lança os vivos na sarjeta e pede um “bom lugar para os mortos“.
Afasta-se dos vivos e se agarra desesperado quando estes morrem.
Fica anos sem conversar com um vivo e se desculpa e faz homenagens quando este morre.
Não tem tempo para visitar o vivo, mas tem o dia todo para ir ao velório do morto.
Critica, fala mal, ofende o vivo, mas o santifica quando este morre.
Não liga, não abraça, não se importam com os vivos, mas se autoflagelam quando estes morrem
Aos olhos cegos do homem, o valor do ser humano está na sua morte e não na sua vida.
É bom repensarmos isto, enquanto estamos vivos!
(Papa Francisco)

30 frases ridículas que você já ouviu ou mesmo falou

O intuito desta postagem é apenas levar o leitor a refletir sobre temas como racismo, machismo, depressão e outros temas também relevantes e muitas vezes banalizados.

Se quiserem comentar abaixo será um prazer dialogar com vocês 🙂

 

frase-esperamos-que-estejamos-hoje-longe-da-ridicula-pretensao-de-decretar-que-o-nosso-pequeno-canto-friedrich-nietzsche-125231

Continuar lendo “30 frases ridículas que você já ouviu ou mesmo falou”

Publicado em a viajante das estrelas, Reflexão

[AVDE#3] Sobre resenhas e parcerias

Pode parecer óbvio, mas acredite, não é. 

Existem muitos blogues no mundo, sobre vários assuntos: moda, beleza, roteiros de viagem, poesia, música, entretenimento, didáticos, LITERÁRIOS etc.

É sobre os literários que desejo deixar uma reflexão… Humilde reflexão.

Continuar lendo “[AVDE#3] Sobre resenhas e parcerias”

Sobre a Páscoa de Sal

Enquanto a maioria das pessoas estava com a boca na botija de doces, chocolates e brinquedos, eu  e minha família, passamos uma Páscoa diferente.

Você já ouviu aquela expressão “tome um doce pra adoçar sua vida”?  Pois é, aprendi com um amigo que a melhor resolução vem da água salgada, seja ela mar, suor ou lágrimas.

Pois bem, passamos nossa Páscoa na praia, sem ovos de chocolate, sem bombons e derivados.

Continuar lendo “Sobre a Páscoa de Sal”

Publicado em Posts, Reflexão

Educação vem de berço!

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Recentemente, a empreendedora escritora Camila Deus Dará, republicou a foto ao lado, comentando sobre o fato de um pai, irritado pelo fato do filho “só querer saber de ler”, usando de sua ira, depredou algumas obras literárias dentre elas, os livros da referida escritora. 

O meu objetivo aqui é só levantar a questão da falta de cultura, educação e cidadania à que estamos chegando. Seja lá qual for o motivo justo ou injusto, não cabe a mim ser juíza, creio que destruir obras literárias não fará o filho entender alguma mensagem positiva que, talvez, no íntimo desse pai, exista. 

Continuar lendo “Educação vem de berço!”

Publicado em Minha Prosa Poetica, Reflexão

Hora de Mudanças

Eu sempre fui um tanto arredia com mudanças.

Talvez por minha sempre e costumeira acomodação e apego total com a zona de conforto!

Pensando agora, isso se explica pelo fato de ter nascido de nove meses e quinze dias (risos!). Fiquei com pena da minha mãe, agora…

Voltando…

Mudar sempre requer esforço, dedicação e um deslocamento, uma ação. Exige que algo seja feito para que as coisas comecem a mover-se de forma diferente da costumeira. Isso é mudar.

Lembrando … um professor (Paulão!) da aula de Organização Industrial, curso técnico em segurança do trabalho. O ano: 1997! Viajei longe, hein?

O Paulão, disse em uma das aulas que ‘não se consegue obter um café diferente, usando-se a mesma receita todas as vezes que essa prática é realizada’ (Sic!). Parece simplicista o exemplo, mas digo que é muito oportuno!

Todas as vezes que passo um café, lembro-me dessa frase! De fato, para se conseguir uma mudança no produto final, é necessário mudar algo em seu processo fabril. Ihhh!

Sim, necessário investir um tempo. Pensar, calcular, projetar, desenvolver e aplicar, fazendo correções que se façam necessárias.

“Mas o que você quer dizer com isso’, vocês podem pensar nesse exato momento!

Quero dizer que reclamar da vida é fácil. Não requer muito esforço . Basta apenas abrir a boca e falar desordenadamente, ocupando-se apenas de buscar em quem colocar a culpa de nossas vidas malfadadas ou não tão bem administradas.

O chefe injusto.

O cônjuge insatisfeito, sem motivo, claro!

Os filhos que perturbam.

O governo corrupto.

A família que não apoia.

A saúde que não anda lá aquelas coisas.

Os professores exigentes com prazos.

O relógio que não anda.

A poluição do ar.

A genética.

O clima.

O colega chato.

O pagamento atrasado.

A pobreza.

A riqueza.

O sim.

O não!

Tudo é um motivo para reclamar e esconjurar. Tudo aquilo que me tira da ‘zona de conforto’ é maravilhosamente orquestrado por mim mesma a fim de deixar-me exatamente onde estou e não queria estar!

Parece um paradoxo, para você?

A mim parece um tipo de sabotagem! Dessas orquestradas pelos melhores maestros e estrategistas de guerra! Para que querendo sair, não saiamos. Querendo mudar, não mudemos. Querendo transformar, murchemos!

E a causa parece externa, mas está onde sempre esteve e onde podemos alcançar, mas não com a mesma facilidade com que podemos reconhecê-la.

Era um texto de 20 linhas… Okay!? Okay.

Pare e pense quem é que tem regido sua vida? Quem é que tem sido o cérebro pensante desse microcosmo chamado (leia com o seu nome aqui) eu! Por que você faz o que você faz? O que motiva você? O que desperta seu desejo de permanecer e o que desperta seu desejo de prosseguir?

Se esperou por respostas… Sinto desapontar. Ainda procuro as minhas! E arrisco a dizer que as procurarei para todo o sempre, pois creio que sou movida pelas dúvidas e não pelas respostas 🙂

Boa semana.

 

 

Publicado em Reflexão

Vista cansada por Otto Lara Resende via Releituras

Otto Lara Resende


Acho que foi o Hemingway quem disse que olhava cada coisa à sua volta como se a visse pela última vez. Pela última ou pela primeira vez? Pela primeira vez foi outro escritor quem disse. Essa idéia de olhar pela última vez tem algo de deprimente. Olhar de despedida, de quem não crê que a vida continua, não admira que o Hemingway tenha acabado como acabou.

Continuar lendo “Vista cansada por Otto Lara Resende via Releituras”

Publicado em Datas Especiais, Musicalidade, Reflexão

[QG CREATOR] Monstro é aquele que não sabe amar – Feliz dia das Crianças – Reflexão

Olá, leitores!

Imaginei uma dúzia de postagens legais para o dia das crianças, não postei qualquer uma delas. 

Lendo uma postagem nas redes sociais de um poeta querido, Andrade Jorge, meu pai ❤ Deparei-me com um samba-enredo que me representa. Apesar de não ser uma fã do estilo musical (se você também não é, não deixe isso impedir vc de ouvir e ler a letra) , a letra mereceu toda minha atenção e talvez mereça a tua também!

Sinopse: 

A ficção do monstro do Dr. Frankenstein nos coloca frente a frente à nossa capacidade de repudiar o que é estranho e diferente, de negar amor ao que não compreendemos.

O ser criado em laboratório a partir de pedaços de gente costurados rusticamente, e da ausência de ética e de limites, não foi reconhecido como um semelhante porque possuía aparência anormal e feia e, acabou sendo excluído, repudiado e renegado pelo próprio pai.

A estranha criatura, abandonada, sozinha, incompreendida e entregue a própria sorte, se transformou em anjo caído, revoltado pela falta de amor.

Mas, quem é o verdadeiro monstro nessa estória? A criatura de aparência repugnante, ou o criador, com seu egoísmo, seu orgulho, sua arrogância e seu coração corrompido?

Essa obra vai completar 200 anos, mas tem muito a nos dizer das diversas mazelas que atualmente corroem a integridade moral e espiritual de uma sociedade onde a desigualdade se alimenta do descaso, formando uma geração dominada pelo caos, vitimada pelo abandono e que vive a mercê de seres humanos bestiais que menosprezam tudo e a todos que lhes parecem inadequados e fora dos padrões estabelecidos.

O monstro do Dr. Frankenstein é a nossa realidade invertida, é a nossa culpa escancarada e jogada em nossas caras, mas que da qual fugimos e negamos qualquer responsabilidade. A criatura é o nosso espelho da vida refletindo nossas falhas mais gritantes, nossa falta de amor com o que nos cerca e com o próximo, e o nosso desrespeito às diferenças. ” LEIA MAIS…

Leia, ouça e reflita!

Continuar lendo “[QG CREATOR] Monstro é aquele que não sabe amar – Feliz dia das Crianças – Reflexão”

Publicado em Divulgação, Jornalismo, Mural, Reflexão, Repost

A Sensualidade Dos Livros Impressos por Rodney Eloy

Olá, queridos leitores!!!

Resultado de imagem para amor aos livros

 

Visitando um grupo num site de relacionamentos profissionais, encontrei uma descrição MARAVILHOSAMENTE romântica de nosso relacionamento “amoroso” com os livros ❤ !

 

 

 

 

 

Bora conferir?

 

Resultado de imagem para amor aos livros

Continuar lendo “A Sensualidade Dos Livros Impressos por Rodney Eloy”