Publicado em Minha Prosa Poética

Para o Alto e Avante!

Por Íris Castelo em Veredas Sentimentais

“A gente cresce.

O bom da vida é que a gente cresce. E, às vezes, a gente cresce tanto que deixa de caber em espaços pequenos demais e não se sujeita mais a ser pequeno pra caber no outro.

A gente aprende a querer ser grande e transbordar no outro e, ao mesmo tempo, deixar o outro transbordar na gente. Oferece casa, comida e alma lavada pra outro fazer morada em nós e não aceita menos do que isto de volta. Vai contra tudo em que passamos a acreditar, se diminuir para caber em algum lugar, num peito qualquer. Às vezes isto vem à duras penas, se transformar em alguém melhor pode ser um processo doloroso. É preciso desapegar de velhos sentimentos, principalmente daqueles que nos fazem começar o dia preocupados, ansiosos. É urgente deixar no passado quem não quer fazer parte do nosso futuro, quem não nos dá espaço suficiente para construir um castelo de sonhos, com jardins cheios de flores e um balanço para ler. É imprescindível – até mesmo para manter a saúde mental – que você se olhe no espelho e sinta orgulho de ser grande, não se fazendo sofrer por não caber na vida do outro. Algumas pessoas não querem ceder espaço da vida delas e você não pode levar isto para o lado pessoal porque é um direito delas. Não é por maldade ou por você não ser bom o bastante… algumas pessoas simplesmente não querem “liberar espaço” ou crescer ainda mais dentro de alguém.

O amor nos faz grandes, sim, eu acredito nisto! O amor nos faz crescer em diversas dimensões, de maneiras que jamais havíamos imaginado ser possível.

Eu, recentemente, aprendi que amar também é deixar para trás. Deixar para trás alguém que amamos mas que não tem a intenção de “liberar espaço”, de te oferecer uma gaveta (ou duas), de dormir na sua casa e não ter hora pra ir embora. Amar a si mesmo, mais do que ao outro. É o primeiro amor que devemos deixar que nos modifique, que nos engrandeça. Acordar todos os dias e se esforçar para ser uma pessoa ainda melhor do que ontem, para si mesmo, depois para quem está ao redor. Perceba que ninguém pode te amar mais do que você mesmo. Ninguém faria por você o que você pode fazer. Deixe o amor próprio te modificar todos os dias, deixe que ele faça de você um ser mais nobre consigo mesmo. Se agrade. Se presenteie. E não estou falando “compre um carro lindo pra você”. Eu estou dizendo para você fazer coisas por você mesmo, cuidar de si mesmo, se mimar. Eu faço isto comigo mesma, embora por um ano, quase dois, eu tenha me esquecido de como se fazia isto. Eu coloco na geladeira de manhã o meu vinho favorito, ao sair do trabalho me presenteio com aquele queijo delicioso que eu nunca me lembro o nome. Incenso, vela, chocolate para depois. A música é aquela que eu ouço viajando na letra, na melodia, na voz de quem está cantando pra mim. Eu aprecio e aproveito a minha presença, o meu momento. Cozinho algo enquanto canto e tomo meu vinho. Deixo meus pensamentos fluírem na direção em que eles quiserem e converso com eles, algumas vezes até desligo a internet pra não ser interrompida nesse momento comigo mesma. É saudável! É apaixonante! É a coisa mais bonita do mundo apaixonar-se por si mesmo e se admirar, pensar no que pode ser ainda melhor em nós. Assim como é fantástico conhecer seu corpo e saber o que te dá prazer, é simplesmente inacreditável o bem que você pode fazer por si mesmo ao conhecer a sua alma, a sua essência. É magnífico conhecer os seus limites e perceber que

Opa, aqui existe uma linha que eu não posso permitir que o outro atravesse, porque isto vai me machucar”.

Infelizmente, neste processo de engrandecimento, algumas vezes precisamos deixar algumas pessoas irem embora para sempre. Principalmente, aquelas que demonstram por nós a tal “preocupação seletiva”. “Mas, Íris, o que é a preocupação seletiva??”  Preocupar-se seletivamente é exatamente o que um cara aí fazia. Ele se preocupava comigo se eu tinha uma dor de cabeça, mas não estava nem aí pra dor que ele mesmo causava no meu coração. Ele se preocupava com a minha saúde física, mas nem se importava em ferrar com o meu emocional. Ele queria que meu corpo estivesse saudável, mas tanto faz se eu estivesse deprimida e tivesse pensamentos como “eu não sirvo pra nada, melhor que eu morra”. Ele passava alguns minutos me dando atenção ao telefone, mas não deixava um compromisso pra lá mesmo que eu estivesse no meu limite, como tantas vezes eu cheguei por ele. Enfim, preocupação seletiva é aquilo que faz as pessoas se importarem apenas com aquilo que não lhes tira do conforto, do bar, da cama… E a gente tem que aprender a ser seletiva também com esse tipo de pessoa. A gente tem que aprender que quem nos trata desta forma, não nos permite crescer, não nos permite ser aquilo para o que nascemos. E eu não sei vocês, mas eu nasci para amar.

PROJETO DESPERTAR.Todos os dias quando eu acordo eu tenho certeza de que eu nasci para amar e deixar o amor me transformar todos os dias em uma mulher ainda maior. E eu não vou permitir que ninguém me diminua ou diminua meus sonhos. Eu vou me proteger, vou proteger os meus dias e minhas noites de pessoas que queiram se aproveitar dos sentimentos bons que existem em mim sem me permitir transbordar. Eu vou me amar o suficiente para não precisar mendigar amor a quem não me ama. E talvez todos nós devêssemos proibir em nossa vida a entrada de pessoas que querem apenas tirar proveito de nós, que não são capazes de se preocupar verdadeiramente, que nos fazem sentir como se fôssemos miúdos, quase insignificantes…

 

Amar é ser grande, é deixar o outro ser grande dentro da gente. É permitir que o outro escorra como água pra dentro dos nossos sertões, trazendo ainda mais flores, fazendo ainda maiores os nossos sonhos. E ser amado de verdade nada mais é do que sentir o outro nos puxando pra dentro, nos fazendo grandes, cada vez maiores…
Somente quando nos permitirmos ser ainda maiores é que vamos perceber que a verdadeira felicidade está em abrir os olhos pela manhã e perceber que recebemos um novo dia para crescer.”


Imagens do Pinterest

Anúncios

Autor:

Poetisa da vida, leitora por vontade, ferroviária por destino, rabiscadora de cadernos, apaixonada por livros. Colorindo a vida e os amigos com amor <3 - Jundiaí - SP - Brasil ! #leiamais #livros

Um comentário em “Para o Alto e Avante!

  1. Espero de verdade que esse texto tenha tocado você, como me tocou. Que consigamos deixar para trás , tudo que nos feriu , magoou e quem nos procura só quando precisa. Quando não precisa, nem lembra que existimos com um simples oi. Que não aceitamos msis migalhas. Ou é completo ou suma de vez. Meu desejo de coração a você. Merecemos ser luz e que venham novas luzes para nos fazer brilhar mais intensamente e não o contrário, nos tire o brilho. Somos fortes. Iremos conseguir!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s