Publicado em Divulgação

QUERUBINS – CONTEXTUALIZANDO A RENASCENÇA ITALIANA

Leão X e Átila, Museu do Vaticano

Olá, pessoas lindas!

Esta resenha será  um tanto diferente das que costumo fazer 🙂 … Explico !

A história de Querubins (a Sentença da espada e Balança do Coração) tem um fundo histórico muito rico e lindamente expressado nos livros da querida Martha Ricas. Portanto, para enriquecer ainda mais a resenha decidi apresentar a vocês algumas pequenas informações criando assim, um pano de fundo 🙂

O que acharam? Espero que apreciem!!

renaissance
Moda Renascentista em suas várias fases. Talvez seja assim que Giuliana  e sua filha se vestissem. Fonte blog fashiononline.com.br

Renascença Italiana é como ficou conhecida a fase de abertura do Renascimento (ou Renascença), um período de grandes mudanças e conquistas culturais que ocorreram na Europa, entre o século XIV e o século XVI. Este período marca a transição entre a Idade Média e a Idade Moderna.

A referência inicial é a região da Toscana, centrado nas cidades de Florença e Siena. Espalhou-se depois para o sul, tendo um impacto muito significativo sobre Roma, que foi praticamente reconstruída, em sua maior parte, sob a tutela dos Sumo Pontífices da Igreja Católica Romana que ocuparam a Cátedra de São Pedro no período, especialmente Sisto IV.

Foi um momento de grandes realizações culturais, do aparecimento de nomes como: Petrarca, Baldassare Castiglione e Maquiavel na literaturaLeonardo da Vinci, Botticelli, Michelangelo, Rafael Sanzio e toda uma gama imensa de grandes mestres nas artes plásticas.

RAFAEL SANZIO
Rafael Sanzio, personagem mestre de Lucca

Rafael Sanzio (em italiano: Raffaello Sanzio; Urbino, 6 de abril de 1483Roma, 6 de abril de 1520), frequentemente referido apenas como Rafael, foi um mestre da pintura e da arquitetura da escola de Florença durante o Renascimento italiano, celebrado pela perfeição e suavidade de suas obras. Segundo historiadores e mestres da arte, o mais adequado é chamá-lo de Raffaello Santi, já que Sanzio fazia referência apenas ao seu local de nascimento e Santi era o sobrenome de seu pai, Giovanni Santi, nascido em Lucca, na Toscana. Junto com Michelangelo e Leonardo Da Vinci forma a tríade de grandes mestres do Alto Renascimento.

Urbino era então capital do ducado do mesmo nome e seu pai, Giovanni Santi, pintor de poucos méritos mas homem culto e bem relacionado na corte do duque Federico da Montefeltro. Transmitiu ao filho, de precoce talento, o amor pela pintura e as primeiras lições do ofício. O duque, personificação do ideal renascentista do príncipe culto, encorajara todas as formas artísticas e transformara Urbino em centro cultural, a que foram atraídos homens como Donato Bramante, Piero della Francesca e Leone Battista Alberti.

Um período de grandes realizações arquitetônicas: do domo de igreja de Santa Maria del Fiore, de Filippo Brunelleschi em Florença e a Basílica de São Pedro em Roma: e outras tantas, distanciadas do Gótico, vêm a lume.


Fonte : wikipedia

Anúncios

Autor:

Poetisa da vida, Leitora por vontade, Ferroviária por destino, Rabiscadora de Cadernos, Apaixonada por Livros, pelos amigos, pela vida e filosóficamente dramática :) - Jundiaí - SP - Brasil ! #APOIOAUTORESNACIONAIS

2 comentários em “QUERUBINS – CONTEXTUALIZANDO A RENASCENÇA ITALIANA

  1. Adorei o post! Principalmente a parte dos vestidos. Kkkk
    Às vezes quando eu to lendo algo dessa época fico sem saber como eram as roupas. Gostei mais da 3, 4, 5 e 6.
    Sobre Rafael: morreu tão novo. Antigamente o povo vivia tão pouco, né?
    Mas esse período é de A Balança do Coração, que eu ainda não li, mas já vai me dar uma base pra quando eu ler. 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s