Publicado em música, Poesia

Segunda-feira da Poesia Musicada.

Boa noite ,

Eu sou uma apaixonada,
Criada ,
Esculpida,
Lavrada,
Modelada pelo fogo do amor.
Há quem me conheça
e não veja
E em mim, não sinta
Há quem despreze,
Quem julgue ser apenas uma chama
Uma faísca
Que acende e apaga repentinamente
Mas só quem já se jogou na vida entende
Esse sentimento,
Essa forma de encarar a vida
Essa maneira de filosofar
A poesia, a prosa, a alma
o sentir, o calor desse amor
Que arde, pulsa, bate no peito
Explode quente e permanece…
Pulsando a cada manhã,
a cada queda,
a cada temporal
a cada lapidada,
Sempre em frente,
Com sorriso no rosto,
Turbilhando Sensações
Como diz a música,
“É preciso amor para poder pulsar.”
Se não tem paixão,
Não pulsa,
não vive,
Apenas respira.
Escolhi pulsar.

Lua Andrade
Almir Sáter – Tocando em frente. (fonte: Canal Tv Cultura)
Anúncios

Autor:

Poetisa da vida, Leitora por vontade, Ferroviária por destino, Rabiscadora de Cadernos, Apaixonada por Livros, pelos amigos, pela vida e filosóficamente dramática :) - Jundiaí - SP - Brasil ! #APOIOAUTORESNACIONAIS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s